A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!

Assim que a pessoa entrega sua individualidade para o infinito da realidade de D'us, pode transformar-se numa versão mais pura e mais elevada de si mesma.

Navigation

Vocês conhecem Charles Perrault?

    Vocês conhecem Charles Perrault? Não? Mas já leu ou assistiu um conto dele? Também não. Eu não acredito, todos hoje tem o conhecimento de seus contos mas não tem ideia de quem o escreveu. Ele foi um escritor e poeta francês do século XVII e a ele é conferido  o título do “Pai da literatura infantil”. Nasceu em 12/01/1628 em Paris a cidade da tão conhecida Torre Eiffel. Amantes das línguas mortas terminou seus estudos sozinho aos 15 anos e se formou só com 23 anos em direito. Foi eleito para a Academia Francesa de Letras em 1671, casou-se e teve 4 filhos.


QUEM ERA A CINDERELA NO CONTO ORIGINALMENTE?
    Hoje vamos falar apenas da La gatta cenerentola (A gata borralheira)  adaptado hoje para A Cinderela. A conhecemos essa bela historia cheia de encantos e magia  com a fada madrinha porém a historia inicial pressupondo ser a gata borralheira de Charles, quem conhecia de magia em si é a própria Cinderela que sabia de palavras maginas usadas no imperativo, que auxiliavam a transformações de seus desejos em realidade.
  Na versão comum suas irmãs não viravam suas empregadas, mas ficavam cegas por terem seus olhos furados por pombos.
    Mesmo que a versão de Charles seja uma das mais conhecidas, outras versões existem de forma atemporal e em diversas civilizações, parecendo ser a forma de expressar o desejo continuo de reconhecimento especial levando a uma existência superior da humanidade.
 E crescendo graças a vocês obrigado!




COMENTÁRIOS COM LINKS NÃO SERÃO PUBLICADOS
COMENTÁRIOS SÃO MODERADOS
SÓ ACEITAREMOS LINKS NOS COMENTÁRIOS ACOMPANHANDO ESSE SISTEMA ABAIXO:
<a href&="LINK DO SEU BLOG">NOME DO SEU BLOG</a>
Retire todos os caracteres "&" para o seu link dar certo
Share

Post A Comment: